Durante o processo de se inscrever para o Auxílio Emergencial, muitas pessoas se depararam com o erro: CPF na Base do Cadun. Se esse foi o seu caso e não sabe como resolver, vamos te mostrar o passo a passo.

Conforme dissemos acima, a mensagem de CPF na base do Cadun aconteceu com mais frequência em abril de 2020. Já que foi o momento em que o governo liberou o auxílio emergencial de R$ 600.

No momento em que as pessoas faziam o cadastro no app Auxílio Emergencial Caixa, aparecia a informação de erro.

Nesse conteúdo, você verá o que é o erro CPF na Base do Cadun e como resolver. Além disso, aqui você vai saber tudo sobre o Cadun e as situações cadastrais do seu CPF e ainda:

Antes de mais nada, o que é Cadun?

A sigla Cadun significa Cadastro Único para programas sociais do governo federal. Ele também pode aparecer em alguns sites como CadÚnico.

De acordo com o governo, o CadÚnico é um registro para saber quem são e como vivem as famílias de baixa renda. A operação e atualização do Cadastro é feita pelas prefeituras.

As pessoas que se inscrevem no Cadastro Único podem solicitar a participação em vários programas sociais, por exemplo:

O objetivo do Cadun é reunir o cadastro de quem precisa de assistência social. E, por meio dos programas, o foco é reduzir a desigualdade social.

Mas atenção, cada programa tem uma exigência diferente. Em primeiro lugar, sempre mantenha seu cadastro atualizado para solicitar a inscrição nos programas sociais.

O que significa CPF na base do Cadun?

De acordo com a Caixa, a mensagem Erro – CPF na Base do Cadun aparece para quem já está no Cadastro Único.

Ou seja, quem já havia feito o cadastro para algum outro programa social do governo federal que está no Cadun.

Por exemplo, quem já recebia o Bolsa Família antes do lançamento do Auxílio Emergencial não precisava fazer um novo cadastro.

Conforme anúncio do governo em abril de 2020, só precisavam fazer o cadastro as pessoas nas seguintes condições:

  • Trabalhadores informais;
  • Desempregados;
  • Contribuintes individuais da Previdência;
  • MEIs.

Quem preenche o cadastro, mas já faz parte do Cadun, recebe essa mensagem de erro. E, dessa forma, a autorização para receber o Auxílio Emergencial é avaliada com base nos dados do cadastro existente.

Para saber se essa situação acontece com você, siga o passo a passo:

  1. Em primeiro lugar, baixe o app Caixa Auxílio Emergencial. Ele está disponível gratuitamente na Google Play para celulares Android e na App Store para iPhones.
  2. Logo após baixar o app, preencha os dados com nome, CPF, data de nascimento e nome da mãe.
  3. Em seguida, aparece a mensagem CPF na base do Cadun, para quem já tem o Cadastro Único.

No entanto, se você acessar o app com cadastro que possui, vai aparecer se o benefício foi aprovado ou negado.

Erro base Cadun

Conforme as informações acima, receber a mensagem de erro CPF na base Cadun não é por si uma condição ruim. Já que significa que você já faz parte de outros programas sociais e que o governo já tem os seus dados.

No entanto, junto com o erro base Cadun, vieram outros problemas com CPF que atrapalhou muita gente. Por exemplo, o CPF suspenso.

Também por causa do Auxílio Emergencial, a Receita Federal precisou regularizar mais de 11 milhões de pessoas que tinham pendências eleitorais.

Ou seja, milhões de pessoas tiveram um problemas mais graves que o erro na base Cadun para resolver.

Para saber se o seu CPF está suspenso, irregular ou inconsistente, siga o passo a passo:

  1. Acesse o Comprovante de Situação Cadastral no CPF no site da Receita Federal.
  2. Em seguida, informe seu CPF e sua data de nascimento.
  3. Por fim, faça a confirmação de que você não é um robô e clique em “consultar”.

Logo depois, você verá seus dados e qual é a situação cadastral do seu CPF. Assim, é possível confirmar se o CPF está suspenso ou não.

Caso esteja, confira as nossas dicas e orientações para regularizar CPF suspenso.

Você pode se interessar:

Como Consultar CPF Online grátis e rápido?

Consultar CPF pelo Nome: Como Fazer Online?

O que é Score de Crédito? [GUIA COMPLETO 2021]

Como Aumentar o Score Itaú? [Passo a Passo]

Como resolver o CPF na base do Cadun?

De fato, o cadastro no app Auxílio Emergencial Caixa é apenas para quem não está no CadÚnico nem recebe Bolsa Família.

Então, se aparecer a mensagem de erro CPF na base do Cadun, não é preciso preencher um novo cadastro.

Dessa forma, se você já atende os critérios estabelecidos pelo governo, vai receber o Auxílio Emergencial automaticamente. Ou seja, sem preencher um novo cadastro.

O que é o Auxílio Emergencial?

Falamos tanto sobre o benefício, mas é importante deixar claro o que é e quem tem direito ao Auxílio Emergencial.

Em resumo, ele é um valor pago pelo governo federal para diminuir o impacto que a pandemia do Coronavírus (COVID-19) teve na economia.

Em 2020, as pessoas que tinham direito ao benefício receberam R$ 600 por mês. No caso das mulheres que sustentam o lar sozinhas com filhos, o benefício era de R$ 1.200.

Com a virada do ano, o Auxílio Emergencial foi revisto e reduzido e passou a ter os seguintes valores:

  • R$150 por mês para famílias de apenas uma pessoa;
  • R$250 por mês para famílias de mais de uma pessoa;
  • R$375 por mês para famílias chefiadas por mulheres sem cônjuge ou companheiro, com pelo menos uma pessoa menor de dezoito anos de idade.

Por que existe o Auxílio Emergencial?

A pandemia do Coronavírus (COVID-19) trouxe a necessidade de isolamento social e quarentena. Com isso, muitas pessoas perderam o emprego e os trabalhadores informais tiveram uma queda brusca na renda.

Por isso, os governos de todo o mundo criaram programas de transferência de renda para ajudar as pessoas mais vulneráveis.

Aqui no Brasil não foi diferente. Então o governo federal criou um Projeto de Lei para liberar o Auxílio Emergencial de R$ 600 inicialmente.

O benefício visava principalmente os profissionais informais e desempregados. Com isso, a meta era reduzir os danos econômicos da crise do coronavírus.

Quem tem direito ao Auxílio Emergencial?

Para que você esteja apto a receber o benefício, é preciso ter mais de 18 anos e estar nos seguintes casos:

  • Ser trabalhador informal.
  • Estar desempregado.
  • MEI (microempreendedor individual).
  • Ser contribuinte individual da Previdência.

Além disso, também existe o limite de renda estabelecido por lei para receber o Auxílio.

  • Renda familiar mensal menor do que 3 salários mínimos ou renda por membro da família menor que meio salário mínimo.
  • Não pode ter rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70, conforme a declaração do Imposto de Renda.

Outros casos que não pode receber o Auxílio Emergencial são:

  • Funcionários públicos.
  • Pessoas que recebem seguro-desemprego.
  • Aposentados, pensionistas ou pessoas que recebem o BPC (Benefício de Prestação Continuada).

Conclusão

Para que você tenha ainda mais informações sobre o Cadastro Único, pode acessar o site do governo sobre programas sociais.

Lá, você também encontra o caminho para fazer denúncia em casos de irregularidades em relação ao CadÚnico.

Por fim, agora que você já sabe o que é o erro – CPF na Base do Cadun, compartilhe esse conteúdo. Assim, pode ajudar alguém que ainda tenha essa dúvida e não saiba como resolver.