De acordo com o Ministério da Economia, existem atualmente mais de 11 milhões de MEIs (microempreendedores individuais) no Brasil. Se você é um deles e está em busca de crédito para o seu negócio, temos uma série de dicas. Assim, você vai fazer empréstimo MEI sem sair de casa.

Neste guia completo, você vai saber os principais pontos para ter acesso a crédito para MEI fácil, rápido e online. Além disso, também vamos falar sobre:

Entenda o MEI

Antes de mais nada, é preciso explicar que a sigla MEI significa Microempreendedor Individual. Em resumo, o MEI pode ser o profissional que trabalha por conta própria ou alguém que quer começar um negócio.

Existem, contudo, algumas limitações para ser um microempreendedor individual:

  1. Não pode ser sócio, administrador ou titular de outra empresa.
  2. Só pode faturar até R$ 81 mil por ano. Ou seja, se ganhar mais do que R$ 6.750 por mês, em média, já não pode ser MEI.
  3. Embora o nome seja individual, é possível contratar no máximo um empregado.

Além disso, não são todas atividades econômicas que são autorizadas para ser um microempreendedor individual. Por isso, é preciso consultar a lista das atividades permitidas ao MEI.

Nos últimos anos, houve um grande crescimento do empreendedorismo individual. Entretanto, a pandemia do Coronavírus (COVID-19) reforçou essa tendência.

Conforme dados do Ministério da Economia, apenas em 2020 foram registrados mais de 2,6 milhões de MEI no país. Dessa forma, esses empreendedores representam 56,7% das empresas em atividade no Brasil e 79,3% das abertas em 2020.

Ainda assim, muitos desses negócios precisam de crédito para se manter. Por isso tem crescido também a busca por empréstimo para MEI.

Portal MEI

Para que os empreendedores tenham acesso a mais informações sobre a formalização, o governo criou o Portal MEI. Assim, você consegue buscar em um só lugar informações sobre:

  • O que é ser um microempreendedor individual.
  • Ocupações permitidas.
  • Orientações antes de abrir o seu MEI.
  • Direitos e obrigações.

Além disso, também existem informações e orientações sobre crédito e acesso digital a serviços financeiros para MEI.

Abrir MEI

O processo de abrir MEI também é conhecido como a formalização do trabalhador autônomo. Em outras palavras, o profissional que trabalha por conta própria passa a ter um CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica).

Siga o passo a passo para se formalizar, conforme orientação do Portal MEI:

  1. Acesse o Portal do Empreendedor e clique em Formalizar-se.
  2. Informe o seu CPF e a senha da sua conta Brasil Cidadão. Caso não tenha a conta, selecione a opção “fazer cadastro”.
  3. Em seguida, autorize o acesso aos dados.
  4. Caso seja solicitado, informe o Título de Eleitor ou o número do recibo da Declaração de Imposto de Renda dos últimos dois anos.
  5. Por fim, preencha o formulário e as declarações para concluir a inscrição.

A formalização é gratuita e deve ser feita pelo Portal MEI ou no Sebrae.

O que é empréstimo MEI?

Enquanto as pessoas físicas têm oportunidade de fazer empréstimo pessoal e empréstimo consignado, para as empresas não é diferente. Em outras palavras, existem diversas linhas de crédito para quem tem CNPJ.

Certamente, o acesso ao empréstimo para microempreendedor pode ser fundamental para a sobrevivência de um negócio. Já que o dinheiro do empréstimo pode ser investido na compra de insumos, equipamentos ou até para capital de giro.

Atualmente, existem empréstimos para CNPJ de todos os tipos, com taxas de juros, limitações e condições bem diversas.

Crédito para MEI

Microcrédito

Conforme o nome já indica, esse tipo de empréstimo para MEI tem valores menores. Da mesma forma, as taxas de juros e a burocracia para conseguir também são reduzidas.

Por exemplo, o empréstimo para MEI Caixa se chama Microcrédito Produtivo Orientado Caixa. Os valores concedidos dependem de análise de crédito, mas começam em R$ 300 e, nas renovações, podem chegar a R$ 21 mil.

Além disso, o prazo para pagar vai de 4 a 24 meses, sem carência. E a taxa de juros é de 3,49% ao mês, sem cobrança de IOF (Imposto de Operações Financeiras). No entanto, existe incidência de TAC (Tarifa de Abertura de Crédito) de 3%.

Outro ponto é que precisa de garantias como aval do proprietário e de terceiros. Mas este último pode ser dispensado se o cliente tiver contratado outro Microcrédito na Caixa e não tenha atrasado nenhuma parcela.

Banco do Brasil

O microcrédito produtivo orientado do Banco do Brasil tem prazo de pagamento que varia de 5 a 18 parcelas. No entanto, segundo o banco, tanto prazo quanto valor do empréstimo variam de acordo com a capacidade de pagamento.

Em outras palavras, só depois da análise de crédito que é possível dizer o quanto cada MEI consegue no empréstimo. E para que você possa solicitar o empréstimo é preciso ser correntista do Banco do Brasil.

Não existem mais detalhes no site do banco sobre taxa de juros.

Itaú

No Itaú, as regras para ter acesso ao microcrédito são um pouco mais limitadas. De acordo com informações do banco, esse tipo de crédito só está disponível nas seguintes localidades:

  • Campina Grande (PB)
  • Fortaleza (CE)
  • Teresina (PI)
  • Montes Claros (MG)
  • Grande São Paulo
  • Grande Rio de Janeiro

Além disso, é preciso ter mais de 18 anos, pelo menos 6 meses de atividade. Em relação à renda ou receita bruta do negócio deve ser de até R$ 360 mil.

Por outro lado, não é necessário ter conta em banco para contratar o microcrédito no Itaú. Quem estiver interessado, deve agendar uma visita de um agente do banco para avaliar o pedido de crédito.

Os valores variam entre R$ 400 e R$ 20.300, com pagamento em até 15 vezes. A taxa de juros é de até 3,79% ao mês e a TAC é igual à da Caixa (3% do valor).

Bradesco

Apesar de possuir uma página sobre o microcrédito produtivo orientado, o Bradesco não dá muitas informações. Por exemplo, o banco não divulga taxa de juros, valor da TAC ou quantidade de parcelas.

De fato, a única informação relevante que o Bradesco informa é o limite disponível para solicitação: R$ 21 mil. Assim, quem quiser contratar o empréstimo CNPJ no Bradesco, terá que preencher um formulário e aguardar o contato do banco.

Santander

Já o Santander criou o Prospera, uma empresa de microfinanças para dar apoio aos empreendedores. O banco tem uma lista com mais de 1.600 localidades atendidas pelo programa de microcrédito. 

No entanto, também não há informações sobre taxa de juros, limite de contratação ou prazo de pagamento.

Inter

O banco Inter tem uma das mais simples aberturas de conta de PJ no mercado atualmente. Assim que a conta digital PJ é aberta, o cliente recebe gratuitamente um cartão de débito.

Para liberar a função crédito, basta solicitar via chat ou Central de Atendimento. A solicitação passa por uma análise de crédito e a resposta chega em até 5 dias úteis.

O cartão de crédito não tem anuidade e, uma vez aprovado, não existe taxa nem valor mínimo para utilização.

Além disso, o Inter ainda oferece as seguintes linhas de empréstimo MEI online:

Dicas para empréstimo MEI

  1. Antes de contratar qualquer tipo de crédito, se planeje para saber se a prestação cabe no seu orçamento.
  2. Sempre pesquise e compare as ofertas de crédito para encontrar a melhor alternativa para a sua situação.
  3. Mantenha-se informado e tire todas as dúvidas antes de assinar o contrato do empréstimo MEI.
  4. Eventualmente um banco tem taxa de juros menores, mas não aceita que o CPF tenha restrição. No entanto, outro pode oferecer crédito para quem está com o nome sujo, mas com juros maiores.
  5. Em caso de inadimplência, tente resolver a sua pendência antes de assumir mais um compromisso com crédito.
  6. Em muitos casos, o microcrédito orientado é mais vantajoso. Porque apesar de ter um pouco mais de juros, ele tem orientação para o seu negócio.
  7. Avalie bem o prazo. Já que nem sempre mais tempo para pagar é a melhor opção. Dessa forma, você acaba pagando mais juros. Por outro lado, quitar em pouco tempo reduz os juros, mas pode pesar no orçamento.

Conclusão 

Por fim, lembre-se de que todo empréstimo possui juros e, em caso de atraso, multa. Quer seja um empréstimo pessoal, quer seja um empréstimo para MEI, você precisa cumprir o compromisso.

Agora que você já sabe como fazer o seu empréstimo MEI online, compartilhe esse conteúdo com outros empreendedores. Assim, eles podem conseguir crédito para ampliar o negócio com mais informações.

É possível fazer empréstimo MEI com o nome sujo?

Sim, é possível. No entanto, se já é difícil conseguir empréstimo pessoal negativado, sendo MEI, complica ainda mais. O caminho é pesquisar e, se possível, quitar as pendências o quanto antes para ficar com o nome limpo. Todos os bancos e financeiras fazem análise de crédito para aprovar um empréstimo MEI. Então procure limpar o seu nome antes de buscar crédito.

Qual banco faz empréstimo para MEI?

Os principais bancos brasileiros fazem empréstimo para MEI: Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Itaú, Bradesco, Santander, Inter, por exemplo. Além deles algumas fintechs também oferecem linhas de crédito para microempreendedores. Confira o guia completo com as informações de cada um deles.

Qual melhor empréstimo MEI?

O melhor empréstimo MEI é o que oferece menores taxas de juros e mais prazo para pagar. No entanto, esses dois pontos podem variar de banco para banco e de MEI para MEI. Isso porque os bancos fazem uma análise de crédito e, com base nela, fazem a oferta do empréstimo. Ou seja, tanto os juros como as condições de pagamento dependem de cada situação.

Você também pode se interessar

Cartão CNPJ: O que é e Como Emitir Online?

Empréstimo Pessoal Online: Como Fazer? Vale a Pena?

Negociação Caixa: Como Fazer Acordo de Dívidas?

O que é CDC? Crédito Direto ao Consumidor

Conta Woop Sicredi: Como Fazer?

Coparticipação no Plano de Saúde: Como funciona?