Milhões de brasileiros estão com o nome sujo e precisam de crédito para sobreviver. Se você está nessa situação, agora você vai saber tudo sobre como fazer empréstimo para negativado.

Conseguir um empréstimo com o nome sujo não é impossível. Mas existem alguns pontos de atenção para não cair em uma cilada.

 

Neste texto, você vai saber:

  • Se algum banco faz empréstimo para quem está negativado;
  • Como fazer um empréstimo mesmo com restrição no CPF;
  • O que o autônomo negativado deve fazer para conseguir o crédito;
  • E dicas para quem precisa de empréstimo rápido.

 

O que é ser negativado?

Antes de mais nada, é importante entender o que é ser negativado e se você realmente está nessa situação.

Quando uma pessoa está negativada, significa que ela tem alguma dívida em seu nome. E seu CPF está nos cadastros de inadimplentes dos birôs de crédito, como Serasa, SPC ou Boa Vista SCPC.

Cada uma dessas três empresas possui um banco de dados que reúne informações sobre atrasos nos pagamentos de contas.

Por exemplo, se um consumidor atrasar uma fatura, a empresa pode informar a todos ou a um birô de crédito. Quando esse aviso acontece, o consumidor fica negativado.

 

Quais as consequências de ficar negativado?

Como você já deve imaginar, não tem muito benefício em estar negativado. As principais consequências são:

  • Você fica com o  Score baixo. Ou seja, a sua pontuação de crédito do CPF cai, o que indica maior risco de inadimplência.
  • Não consegue abrir conta em banco.
  • Dificuldade de acesso a crédito. As empresas que concedem crédito podem se recusar a fazer negócio com quem tem nome sujo. Ou, em outros casos, pode cobrar juros mais altos.
  • Pode não ser contratado para uma vaga de emprego. Apesar da polêmica sobre discriminação, muitas empresas não contratam trabalhadores com nome sujo.
  • Tem que pagar juros e multas pelos atrasos. Esse efeito é o mais óbvio, certo? Todos os serviços têm cobrança de multas e juros em caso de inadimplência.
  • E se for um protesto em cartório, você ainda tem que pagar as taxas do cartório. 

Para evitar todas essas complicações, a sugestão é negociar as suas dívidas o mais rápido possível.

 

Como saber se estou negativado?

Os três principais birôs de crédito do Brasil oferecem a consulta ao CPF pela internet.  Enquanto Serasa e Boa Vista SCPC oferecem o serviço online grátis, o SPC cobra pela informação.

 

Serasa

  1. Acesse serasa.com.br
  2. Informe seu CPF e a senha cadastrada. 
  3. Se não for cadastrado ainda, você pode fazer na hora gratuitamente.
  4. Após o login, você verá se tem alguma negativação no seu nome.

 

Boa Vista SCPC

  1. Acesse consumidorpositivo.com.br
  2. Também é necessário informar CPF e senha.
  3. Caso não tenha cadastro, pode fazer na hora. É grátis.
  4. Depois de efetuar o login, aparecerão as informações sobre dívidas, consulta ao seu nome, Score e Cadastro Positivo.

 

SPC (Serviço de Proteção ao Crédito)

  1. Acesse spcbrasil.org.br
  2. Clique em “Consultar CPF”
  3. Você será direcionado a uma página para comprar um pacote de crédito para realizar a consulta. 
  4. Basta digitar o CPF, escolher o pacote que você prefere e clicar em comprar.
  5. Depois você precisará se cadastrar, informar seus dados pessoais e realizar o pagamento.

 

Tem algum banco que faz empréstimo com o nome sujo?

Nem todo banco oferece empréstimo com restrição. Em geral, cada instituição financeira tem as próprias regras. 

Enquanto alguns liberam empréstimo sem consulta ao CPF, outros concedem crédito pessoal para negativados. E há ainda aqueles que não dão empréstimo com o nome sujo ou só emprestam para restrições leves.

Com o passo a passo acima, você já sabe qual é a situação do seu nome na praça. Então, o caminho é buscar os bancos que fazem empréstimo com nome sujo.

 

Finanzero

A Finanzero é um comparador de empréstimo online que consulta online mais de 30 empresas parceiras. 

Entre as instituições há aquelas que oferecem crédito para negativado. Os prazos de pagamento variam de 6 a 36 meses.

Mas fique de olho! O Custo Efetivo Total das instituições parceiras da Finanzero variam de 2% a 17,90% ao mês.

 

Simples

A Simplic afirma que mais da metade dos clientes aprovados para empréstimo estão negativados.

A taxa de juros informada pela Simplic para o crédito pessoal pode variar de 15,80% a 17,90% ao mês.

 

Crefisa

A Crefisa alega ser a única financeira que concede empréstimos para servidor público, aposentado e pensionista negativados. 

Segundo a empresa, a liberação do crédito depende apenas da análise do perfil do consumidor e da documentação necessária.

Para saber as condições do crédito pessoal, você precisa acessar o site da Crefisa e fazer o pedido de empréstimo.

 

Caixa

A Caixa Econômica Federal tem três opções de empréstimo para negativado:

  1. Empréstimo consignado
  2. Com garantia
  3. Penhor Caixa

 

No primeiro caso, você precisa ser aposentado e pensionista do INSS, servidor público ou trabalhar em uma empresa conveniada.

Se você não se encaixa nessas classificações, pode optar pelo empréstimo com garantia de imóvel ou do FGTS. 

Ao usar o imóvel como garantia, você consegue até 60% do valor da propriedade. E as taxas de juros são mais baixas do que as outras instituições financeiras.

O lado negativo é que você precisa ter um imóvel para dar como garantia. Se esse também não é o seu caso, ainda pode usar o FGTS como garantia.

Para isso, a Caixa libera o crédito como antecipação do saque-aniversário do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço.

A terceira opção de empréstimo com nome sujo na Caixa é o Penhor. Para usar essa linha de crédito, você precisa ter algum objeto de valor, como jóias, diamantes, pérolas, relógios ou prataria.

 

Bradesco

O Bradesco oferece um tipo de empréstimo sem consulta. Assim, mesmo que está com o nome sujo consegue acesso ao crédito pessoal.

A alternativa é o empréstimo consignado, com desconto na folha de pagamento. Da mesma forma que a Caixa, o Bradesco só oferece esse tipo de crédito para alguns tipos de profissionais.

O crédito consignado é liberado para aposentados e pensionistas do INSS, servidores públicos e funcionários de empresas privadas conveniadas ao Bradesco.

 

Como fazer empréstimo para negativado?

Como mostramos acima, existem várias alternativas de empréstimo com o nome sujo. O caminho para fazer o seu empréstimo pessoal online começa pelos comparadores de crédito.

Entre os mais conhecidos estão Finanzero, Bom Pra Crédito e Serasa eCred. Todos eles permitem que você busque empréstimo online em várias empresas de uma vez só.

Mas cuidado com essas buscas. Lembre-se de que buscar muito crédito em pouco tempo pode derrubar o seu Score de crédito.

 

Qual o melhor empréstimo para negativado?

O melhor empréstimo para negativado ou não é aquele que cai na conta, certo? Ou seja aquele que é aprovado para o seu perfil.

O segundo ponto para definir o crédito mais adequado é a taxa de juros. Quanto menores os juros e o Custo Efetivo Total, melhor.

Vamos conhecer um pouco mais sobre os tipos disponíveis de empréstimos com o nome sujo.

 

Empréstimo Consignado

Vantagem: baixa taxa de juros

Desvantagem: depende de onde você trabalha

 

Esse tipo de crédito tem o valor da parcela é descontado diretamente do salário ou benefício do INSS. Ele é bastante comum para servidor público, aposentado ou pensionista.

Isso porque eles têm estabilidade. Ou seja, muito dificilmente não receberão o pagamento no dia correto.

Com uma garantia maior de que o salário vai cair corretamente, os bancos têm menos risco de inadimplência.

Assim, a taxa de juros do empréstimo consignado costuma ser próximo de 1% ao mês na maioria dos bancos.

O difícil é conseguir o consignado se você faz parte da iniciativa privada. Isso porque os bancos só liberam esse crédito para funcionários de empresas conveniadas a eles.

Então, você precisa saber se a sua empresa é conveniada a algum banco, para poder solicitar o empréstimo consignado.

 

Empréstimo com garantia (veículo, imóvel, FGTS)

Vantagem: baixa taxa de juros, maior valor liberado e mais tempo para pagar

Desvantagem: você precisa ter um bem para dar em garantia

 

Esse tipo de crédito funciona da seguinte maneira: você dá seu bem como garantia de que fará os pagamentos corretamente. 

Se você ficar inadimplente, o banco tem o direito de leiloar o bem para quitar a sua dívida.

Existe tanto empréstimo com garantia de veículo (carro ou moto) como imóvel (casa, apartamento e até terreno).

Como o valor dos bens (veículo ou imóvel) costumam ser mais altos, você consegue uma liberação maior de dinheiro.

O prazo para o pagamento desse empréstimo também costuma ser mais longo. Por exemplo, os créditos com garantia de imóveis chegam até 240 meses para pagar.

Além disso, foi criado o crédito com garantia do FGTS. Neste caso, não é o saldo todo que é dado como garantia, mas o saque aniversário. 

Aquele em que você pode retirar um percentual do saldo no seu mês de aniversário. Para esse tipo de crédito, é preciso ter feito a opção pelo saque aniversário.

 

Penhor

Vantagem: dinheiro na hora sem análise de crédito e sem fiador

Desvantagem: o limite do empréstimo depende do valor bem penhorado

 

A Caixa Econômica Federal é a única instituição autorizada a realizar esse tipo de empréstimo no Brasil. O Penhor Caixa é uma linha de crédito sem análise de crédito e sem burocracia.

Você só precisa ter joia, diamantes, prataria, relógios ou canetas de valor. O bem é avaliado na hora por um funcionário da Caixa.

Com o penhor aprovado, você recebe o dinheiro na hora. Para resgatar o bem, basta quitar o empréstimo.

A Caixa informa que essa linha de crédito tem uma das menores taxas de juros do mercado. Em março de 2020, o banco reduziu os juros do penhor para a partir de 1,99% ao mês.

 

Empréstimo pessoal sem garantia

Vantagem: dá pra conseguir online e rápido

Desvantagem: taxa de juros mais altas

Se você não possui bens para dar como garantia nem para penhorar e não tem acesso consignado, calma! 

 

Ainda temos mais uma opção no mercado: o empréstimo pessoal sem garantias.

Ele também é conhecido como crédito pessoal. Muitos bancos e financeiras oferecem o acesso a ele até mesmo pela internet.

O problema é que não existe limite para a taxa de juros que pode ser cobrada. Ou seja, existe empréstimo pessoal online por 3% ao mês, e empresas que cobram até 26% ao mês.

O caminho é buscar, comparar e analisar o que é melhor para o seu bolso.

 

Empréstimo para negativado autônomo

Muito bem, até agora, só falamos sobre empréstimo para funcionários públicos, aposentados, pensionistas ou funcionários de empresas privadas. Mas e os autônomos?

O Brasil tem atualmente quase 30 milhões de profissionais autônomos, liberais ou empresários. 

E adicionado a isso, temos uma alta taxa de informalidade. Ou seja muitos desses profissionais não têm um CNPJ e não recolhem os impostos devidos.

Isso dificulta o acesso ao crédito. Quem busca empréstimo para negativado autônomo tem uma tarefa ainda mais complexa. Mas não impossível.

Primeiro, avalie a possibilidade do empréstimo com garantia. Se você tiver um carro, pode usá-lo como garantia, mesmo autônomo e ainda que esteja negativado.

Algumas empresas oferecem crédito com garantia de imóvel mesmo para quem não é o proprietário. Mas ele precisa fazer parte do contrato. Quase como um fiador.

Então, se você conhece alguém que esteja disposto a te ajudar dessa forma, vale uma conversa. Assim, você pode usar o empréstimo com garantia para conseguir pagar juros menores.

Se precisar de um valor baixo e tiver alguma joia, relógio ou caneta de valor, pode usar o Penhor Caixa.

 

Empréstimo para assalariado

Vamos assumir que nenhuma das opções que já tratamos até aqui servem para você. E ainda assim, você precisa de empréstimo para assalariado sem fiador.

Bom, existe mais uma opção que não é tão conhecida, mas que pode servir para você: o empréstimo na conta de luz.

Ele é conhecido como empréstimo pessoal alternativo. E costuma ser uma possibilidade para quem está com o nome sujo.

Em geral, a parcela do empréstimo tem limite máximo duas vezes o valor médio da sua conta de energia elétrica.

Para conseguir esse tipo de empréstimo, a conta de luz precisa estar no seu nome. E você deve estar com os pagamentos em dia.

Outro ponto é que o empréstimo na conta de luz ainda não está disponível para todas as cidades do país. Depende da concessionária de energia ter parceria com uma empresa que concede crédito.

 

As empresas mais conhecidas e que concedem empréstimo na conta de energia elétrica são:

  • Ao longo
    • Oferece o crédito em contas de consumo (energia elétrica, água ou gás)
    • Custo Efetivo Total varia de 13% a 24% ao mês
  • Portocred
    • Taxa de juros varia de 5,50% a 24,41% ao mês. 
    • Nesse valor estão estimados também os empréstimos para não negativados.
  • Plancredi/Crefaz
    • No site da Crefaz, não há informação sobre a taxa de juros.
    • No simulador da Plancredi, aparece o Custo Efetivo Total de 21,36% ao mês.

 

Atenção!

Nunca, jamais, em tempo algum aceite esse tipo de crédito sem ler as letrinhas pequenas do contrato. Esse tipo de crédito tem as mais altas taxas de juros do mercado!!!

O empréstimo pessoal nos principais bancos têm taxas de juros média de até 5% ao mês para não negativados. 

Para se ter ideia, o cheque especial chega a 8% ao mês. E o rotativo do cartão de crédito tem, em média, 15% de juros mensal.

 

Empréstimo para negativado é confiável

A cada dia aparecem novas empresas que oferecem empréstimo rápido e online. Mas você precisa ter muito cuidado para não cair em golpes.

Para encontrar empréstimo para negativado confiável, é preciso pesquisar muito em diversas fontes.

Por exemplo: Você deve avaliar as reclamações de outros consumidores em sites como Reclame Aqui e Consumidor.gov.

Converse também com amigos e parentes que eventualmente sejam clientes da empresa que você se interessou.

Outro ponto que deve chamar a atenção é quando há muitas facilidades para liberar o empréstimo com nome sujo.

Se a empresa não faz análise de crédito, não pede garantias e sem fiador, desconfie. Companhias confiáveis fazem análise criteriosa dos consumidores para terem menos inadimplência.

 

Cuidado com golpes!

Os bandidos estão sempre à espera de pessoas que precisam de dinheiro rápido. E pela internet, eles conseguem atrair muitas vítimas.

A forma mais fácil de perceber uma cilada é quando a “empresa” faz uma cobrança antecipada. Isso é ilegal.

Toda empresa confiável e que tem autorização do Banco Central para oferecer crédito é proibida de fazer isso.

Não pode cobrar absolutamente nada com o pretexto de taxa de análise ou tarifa de administração para liberar o crédito.

 

Empréstimo para negativado vale a pena?

Acho que essa é a pergunta mais complicada sobre esse tema e não tem uma resposta simples.

Quando uma pessoa está negativada, significa que ela não teve condições de pagar todas as suas contas.

A pergunta que fica é, se pegar um empréstimo com o nome sujo, será que vai conseguir pagar as parcelas?

Ou esse empréstimo vai se somar à outra conta não paga e se tornar uma bola de neve?

De forma geral, qualquer empréstimo só vale a pena se for para trocar uma dívida cara por uma barata.

Se você está negativado, já viu que as taxas de juros para você podem ser as mais altas do mercado. Ou seja, fica difícil fazer a troca saudável.

 

Outras opções

E se o empréstimo para negativado não vale a pena, qual é a solução?

Bom, esse é o momento de usar a criatividade e de apertar o cinto no orçamento.

  1. Corte todos os gastos supérfluos
    1. Faça o controle do seu orçamento e coloque na ponta do lápis todas as suas despesas. 
    2. Suspenda serviços desnecessários. 
    3. Evite gastos com lazer, roupas e acessórios não essenciais. 
    4. Troque o plano do celular pós-pago pelo pré-pago. 
    5. Reduza o gasto de luz, gás e água.
  2. Venda alguns itens que não usa mais
    1. Livros, discos, DVDs, roupas e acessórios. Junte tudo e faça um brechó.
    2. Use aplicativos e sites de vendas de produtos usados.
  3. Busque formas simples de fazer dinheiro
    1. Algumas opções são fazer entrega em aplicativos de refeição, passear com cachorro
    2. Tenha loja virtual do Magazine Luiza e receba comissão pelas vendas feitas com o seu link.

 

5 dicas para quem precisa de empréstimo rápido

Para quem precisa de empréstimo rápido e não quer ter problemas, separamos 5 dicas muito úteis.

  1. Comprovação de renda

Toda empréstimo para negativado confiável vai solicitar uma comprovação de renda. Se você não tem holerite ou outros comprovantes salariais, pode usar os extratos bancários.

Em geral, as empresas solicitam os extratos dos últimos três meses da sua conta.

  1. Pesquisar e comparar

Como já falamos antes, é importante pesquisar a credibilidade e segurança da empresa com a qual você vai fazer negócio.

E também é fundamental comparar as ofertas de crédito para encontrar o menor Custo Efetivo Total possível.

  1. Use comparadores e simuladores online

Muitas empresas e sites de comparador de empréstimo oferecem o serviço de simulador de crédito online.

Com isso, é possível ter ideia de quanto o crédito vai custar sem ter que passar pela consulta do CPF. Ou seja a famosa análise de crédito que faz o seu Score diminuir.

  1. Tamanho da parcela

A quarta dica é tomar muito cuidado com o tamanho da parcela, para não ficar muito pesado no bolso. 

Muitos educadores financeiros dizem que você não deve comprometer mais do que 30% do seu salário com dívidas.

Mas se você já tem outros gastos essenciais, não deixe que a parcela ocupe mais do que 15% a 20% dos seus ganhos. ok?

  1. Observe o Custo Efetivo Total

Sim, olhar só a parcela não vale. Você precisa dar atenção ao Custo Efetivo Total. 

Porque mesmo uma parcelinha pequena paga por muitos meses (longo prazo), pode ser um peso no orçamento.

 

Conclusão

Saber tudo o que há sobre empréstimo para negativado não é fácil. Mas aqui você viu tudo o que importa para quem está nessa situação.

Além de ter mais informação para buscar o empréstimo com o nome sujo, tenha foco em limpar seu nome.

Assim, você consegue aproveitar os benefícios que os não negativados têm, como melhores taxas de juros no crédito.

Se você gostou deste conteúdo, compartilhe com amigos e familiares que podem se beneficiar também.

Atualmente, mais de 60 milhões de pessoas estão negativadas e muitas delas precisam de empréstimo.

Mas é importante que esse crédito ajude e não piore a situação delas.

 

Perguntas frequentes

O que é empréstimo?

É um tipo de crédito. Um contrato realizado entre cliente e instituição financeira. De um lado, a instituição empresta o dinheiro. De outro lado, o cliente se compromete a pagar o valor em parcelas e com juros combinados no contrato. Diferente do financiamento, o empréstimo não tem um objetivo específico. Ou seja, você pode usar livremente o valor recebido. Todo empréstimo tem juros, IOF (Imposto sobre Operações Financeiras). Frequentemente, também têm tarifas e seguro. Por isso, é fundamental observar o Custo Efetivo Total, que soma todas essas cobranças.

Qual a taxa de juros?

O valor da taxa de juros é livre para as empresas que concedem crédito. Em outras palavras, o Banco Central não impõe limite para os juros cobrados. Portanto, você pode encontrar empréstimos com menos de 1% ao mês, da mesma forma que pode ver taxas absurdas que passam dos 20% ao mês. Assim, quanto mais você pesquisar e comparar, maiores as suas chances de encontrar um bom negócio. E evitar a dor de cabeça de uma dívida cara.

Quando o dinheiro cai na conta?

O prazo para receber o dinheiro de um empréstimo varia de empresa para empresa. É possível encontrar empréstimo rápido em que o dinheiro cai na conta no dia seguinte da aprovação do contrato. No caso do Penhor Caixa, você sai do banco com o dinheiro na mão. Porque a análise do bem é feita na hora.

Quando começar a pagar?

O prazo para o início do pagamento das parcelas é negociado caso a caso com as empresas. É possível que você tenha entre 10 e 45 dias para começar a pagar um empréstimo. Não há muita diferença de prazo quando se trata de empréstimo com o nome sujo ou com nome limpo. A quantidade de parcelas também depende do tipo de empréstimo. Por exemplo, empréstimo na conta de luz pode ser de 3 a 18 meses. Já o empréstimo com garantia de imóvel pode chegar a 240 meses.

O que é Custo Efetivo Total?

O CET (Custo Efetivo Total) é a soma de todas as cobranças feitas em um empréstimo ou financiamento. Nele estão a taxa de juros, impostos e tributos, tarifas, seguro e demais despesas do contrato. A diferença entre taxa de juros e Custo Efetivo Total é que o primeiro é apenas uma parte do todo. O CET é o percentual que reúne tudo o que você vai ter que pagar para ter o crédito aprovado.

E se eu não conseguir pagar o empréstimo?

Infelizmente, as consequências não são positivas. Além de ter mais uma negativação, você ainda terá que pagar multas e juros. E caso tenha feito um empréstimo com garantia, corre o risco de perder o bem, seja imóvel ou veículo. Para evitar isso, pense bem antes de se comprometer com um empréstimo, principalmente se você estiver negativado. Cuidado!