Empréstimo Pessoal Online: Como Fazer? Vale a Pena?

Empréstimo pessoal online

O empréstimo pessoal online é o bote salva-vidas para quem precisa trocar uma dívida cara por uma barata. Aqui você terá todas as dicas para fazer um empréstimo pela internet rápido e fácil.

Que atire o primeiro boleto quem nunca teve que escolher qual conta não será paga no prazo de vencimento.Se você já esteve entre a cruz e a espada (rotativo do cartão X cheque especial), conhece o sentimento.

Entre os educadores financeiros a dica é clara: trocar essas dívidas caras por uma mais barata. E qual é a saída? Muitas vezes é o crédito pessoal.

Por isso, agora vamos ver tudo sobre como fazer o seu sem sair de casa e mais:

  • O que é empréstimo pessoal?
  • Como fazer empréstimo online?
  • Quais os benefícios desse tipo de crédito?
  • Se é seguro fazer empréstimo pela internet e quais cuidados você deve tomar.
  • Empréstimo para aposentado, para quem tem score baixo, com garantia.
  • E, claro, qual a melhor financeira para empréstimo pessoal online.

O que é empréstimo pessoal?

Fala sério, quando você pesquisou no Google “empréstimo”, viu a quantidade de propaganda que apareceu?

E quantos links de fato te explicam mais sobre o significa o termo que você pesquisou para te ajudar? Imagino que a resposta seja “não”.

Bom, vamos resolver isso agora! De forma simples, o empréstimo pessoal é um tipo de crédito. Assim como o financiamento, o cartão de crédito e o cheque especial.

Com o crédito pessoal, você pede emprestado um dinheiro ao banco ou financeira. E se compromete a devolver o valor com juros ao longo do tempo.

Foto: Unsplash

É importante saber que as instituições financeiras não são obrigadas a conceder empréstimos ou financiamentos a quem quer que seja. Em outras palavras, elas podem estabelecer as próprias regras e critérios para isso decidir a quem conceder o crédito.

Qual a finalidade?

O empréstimo pessoal online, diferentemente do financiamento, não tem uma finalidade definida.

Ou seja, você pode usar o dinheiro do empréstimo livremente, como bem entender.

Por exemplo, o financiamento é específico: seja imobiliário, estudantil, de veículo ou de construção. Quando você pega o dinheiro já sabe para que vai usar.

Já o empréstimo pode ser usado para qualquer coisa. Seja pagar uma dívida, investir em um negócio ou viajar. Enfim, vai da sua necessidade.

Mas atenção: não ter finalidade não significa que não tenha responsabilidade, hein! Tenha certeza de que você precisa do dinheiro e, principalmente, de que vai conseguir pagar as parcelas sempre no prazo.

Caso contrário, você pode ficar inadimplente (com o nome sujo) e piorar sua situação. Além disso, com certeza terá que pagar multas e juros.

Taxa de juros do empréstimo

Outra característica do empréstimo pessoal online é que a taxa de juros é livre. Ou seja, o Banco Central não define um limite ou teto para o quanto bancos e financeiras podem cobrar.

Nesse sentido, as taxas variam de banco para banco. Isso quer dizer que você pode encontrar empréstimos com juros a partir de 1% ao mês.

Por outro lado, também existem aquelas empresas que cobram mais de 26% de juros por mês. São os bancos e as financeiras que decidem quanto vão cobrar. E essas instituições podem usar taxas diferentes para cada tipo de consumidor.

Em contrapartida, as instituições financeiras são obrigadas a informar, antes da contratação, o Custo Efetivo Total (CET), de cada operação.

Portanto, é fundamental pesquisar, simular e comparar as opções de crédito disponíveis para encontrar o melhor para o seu bolso. Além disso, não aceite a primeira proposta que aparecer, e utilize ferramentas de simulação de empréstimo.

Risco de crédito

O risco de crédito é fundamental na definição da taxa de juros. Quanto menor o risco de inadimplência ou de calote, menores serão os juros e o Custo Efetivo Total.

Por outro lado, o empréstimo para negativado – quando acontece – costuma ter taxa de juros muito alta.

Maiores até do que o cartão de crédito ou cheque especial.

Assim, o melhor que você pode fazer para conseguir um crédito com juros baixos é manter o nome limpo.

Para entender qual é o seu risco de crédito, você pode consultar o seu score.

Tanto na Serasa quanto na Boa Vista SCPC, é possível conferir a pontuação de crédito do seu CPF online grátis.

E se precisar aumentar o score urgente para conseguir aprovação no crédito, temos o passo a passo para você.

Como fazer empréstimo online?

Agora sim, vamos ao que interessa, como conseguir empréstimo rápido pela internet:

Diversas financeiras e também bancos oferecem a simulação de empréstimo pessoal online. Essas instituições também colocam à disposição dos consumidores aplicativos para solicitar o crédito.

Mas se você colocar seu CPF em todo site que disser “empréstimo rápido, simples e fácil”, seu score vai cair.Cair só não, vai despencar. Correr por ai atrás de crédito alerta o mercado que o seu risco de não pagar as contas aumentou. Então, CUIDADO!

Uma outra opção é usar os comparadores de crédito. Os mais conhecidos são Finanzero, Bom Pra Crédito e Serasa eCred.

Essas plataformas reúnem várias empresas no mesmo lugar. E com apenas uma consulta, você visualiza diferentes opções de crédito.

Todas elas funcionam basicamente da mesma forma:

  1. Antes de tudo, você acessa o site de qualquer uma delas.
  2. Logo depois, você faz uma simulação empréstimo pessoal.
  3. Em seguida informa seu CPF e faz um cadastro com algum contato (e-mail ou telefone) e senha.
  4. Por último, são apresentadas as propostas ou ofertas de crédito.

Fique atento, porque a aprovação do crédito não é feita por essas plataformas.

Elas encaminham os seus dados para os bancos e financeiras que fazem a análise de crédito antes da aprovação.

Mas todo esse processo é online e não costuma ser demorado. Posteriormente, é possível que você tenha que enviar, também pela internet, documentos para a análise de crédito.

Calculadora do cidadão

Uma ferramenta grátis, fácil e rápida que ajuda a ter ideia do custo do empréstimo pessoal é a Calculadora do Cidadão. Ela foi criada pelo Banco Central e permite fazer simulações de serviços financeiros sem impactar no seu score.

Na parte de financiamento, você pode informar o valor financiado, a quantidade de meses e a taxa de juros. E saber qual será o valor fixo da parcela. 

Ou, caso queira saber os juros que vai pagar em um empréstimo online, basta informar o total financiado, a parcela e quantidade de meses.

A Calculadora do Cidadão é gratuita e pode ser usada tanto pelo site do Banco Central, como por aplicativos.

Ela está disponível nas lojas dos celulares Android e iPhone.

Além de calcular as parcelas de um empréstimo ou financiamento, com a Calculadora do Cidadão, você também pode simular:

  1. Aplicação com depósitos regulares, para calcular um investimento por exemplo;
  2. Valor futuro de um capital, para simular um valor que vai render sem aportes ao longo do tempo;
  3. Correção de valores já aplicados pela poupança, inflação ou Selic. Essa é uma funcionalidade que ajuda a atualizar valores passados com 5 índices diferentes.

Quais os benefícios do empréstimo?

Os principais benefícios do empréstimo pessoal pela internet são

Simplicidade

É simples encontrar ofertas de empréstimo pela internet. E também é descomplicado seguir o passo a passo das ferramentas digitais. 

A parte mais trabalhosa é encontrar os juros baixos. Mas você já sabe o caminho para usar os comparadores de crédito a seu favor.

Facilidade

É muito fácil simular e solicitar empréstimo pessoal online a qualquer hora e de qualquer lugar. Existem muitas opções disponíveis hoje pela internet e com poucos cliques você pode pedir o seu.

Mas não se esqueça de que quanto mais fácil, mais você precisa tomar cuidado. A facilidade pode ser uma armadilha de criminosos para roubar os seu dados. Ou pode significar taxa de juros maiores.

Rapidez

Em poucos cliques você pede o seu crédito. Em pouco tempo passa por uma análise. E em poucos dias o dinheiro cai na sua conta.

Todo o processo de solicitar empréstimo pela internet é muito ágil. Nos comparadores de crédito, tem empresa que disponibiliza o dinheiro no dia seguinte à aprovação.

Por ser menos burocrático do que o financiamento, o empréstimo tem mais rapidez no processo.

Análise digital

As empresas que oferecem o crédito online têm a capacidade de fazer a análise de crédito digital. Com o seu CPF e mais algumas informações, elas já conseguem avaliar o seu perfil e o risco de inadimplência.

Assim, elas conseguem ter agilidade para aprovar o crédito. E você não precisa nem sair de casa para pedir seu empréstimo.

Aprovação online

Com solicitação pela internet, análise digital, não seria a aprovação que ficaria offline, certo?

Pois é, a aprovação do empréstimo pessoal online também é rápida e sem burocracia.

Depois que seu perfil é aprovado, o dinheiro cai na conta corrente que você informou para o banco ou financeira.

Empréstimo pessoal online é seguro?

Confiança e segurança são dois quesitos muito importantes em relação ao crédito pessoal.

O empréstimo em si é seguro e confiável. A questão é a instituição financeira que você vai contratar.

Você precisa dar atenção à reputação da empresa antes de fechar negócio. E também existem alguns critérios para confiar ou não em uma empresa digital.

Depósito antecipado

Em primeiro lugar, é preciso saber que as instituições financeiras são proibidas pelo Banco Central de cobrar depósito antecipado.

Ou seja, não pode ter taxa para liberação de qualquer tipo de crédito. Em outras palavras, nada de pagar qualquer valor antes de receber o seu empréstimo, ok?

Para consultar se uma empresa é autorizada pelo Banco Central, consulte o site do Bacen.

Reclame Aqui

O meio mais fácil de pesquisar a reputação de uma empresa é o Reclame Aqui. Com ele, você consegue saber se ela é segura e confiável.

Caso você ainda não o conheça, o Reclame Aqui é um site que reúne queixas sobre atendimentos, serviços e produtos.

As empresas também respondem às reclamações. Assim você consegue ter uma ideia do atendimento delas.

Consumidor.gov

Já o Consumidor.gov.br é um serviço público e gratuito que também faz a interlocução entre consumidores e empresas.

Nele, é possível ver reclamação de outros consumidores no link Indicadores. Outros dados interessantes são o índice de solução, a satisfação do atendimento e o prazo médio para respostas.

Empréstimo pessoal para autônomo

Atualmente, o Brasil tem quase 30 milhões de trabalhadores autônomos, profissionais liberais ou que trabalham por conta própria.

Para esses profissionais, é muito difícil (para não dizer impossível) conseguir um empréstimo consignado.

Já que estabilidade ou vínculo empregatício com empresas parceiro dos bancos. Então, o empréstimo pessoal para autônomo é, na maioria das vezes, a única opção de crédito rápido.

Mas é preciso pesquisar bastante para encontrar um empréstimo com juros baixos. Confira algumas dicas.

Comprovante de renda

Mesmo sem ter renda mensal fixa, é possível encontrar um empréstimo pessoal para autônomo.

Para conseguir, você precisará comprovar a sua renda. E uma forma fácil e simples de fazer isso é por meio dos extratos bancários.

Dê preferência para os extratos dos 3 ou 6 últimos meses. Ou seja, melhor que sejam os mais recentes.

Dessa forma, o banco ou financeira conseguirá fazer a análise do seu perfil financeiro. E estimará o seu risco de inadimplência. 

Dicas para não ter problemas

  • Controle os ganhos e gastos do trabalho;
  • Separe as contas profissionais das pessoais;
  • Pesquise as taxas de juros com atenção;
  • Não comprometa mais do que 20% dos seus ganhos médios mensais com a parcela;
  • Busque fazer uma reserva financeira para períodos em que os ganhos estejam baixos.

Empréstimo pessoal para aposentado

Bem diferente da situação dos autônomos, os aposentados têm mais opções de crédito à disposição, como o empréstimo consignado.

Esse tipo de crédito funciona da seguinte maneira: as parcelas são descontadas direto na folha de pagamento ou benefício. Dessa forma, o tomador não tem opção de dar calote nem mesmo corre o risco de esquecer o pagamento.

Como resultado, os juros cobrados no consignado tendem a ser um dos menores do mercado. Além dos aposentados e pensionistas, costumam ter acesso fácil ao consignado os funcionários públicos. 

Foto: Unsplash

Na iniciativa privada, é mais difícil conseguir, porque você precisa trabalhar em empresas que tenham parceria com os bancos.

Empréstimo para aposentado em tempos Coronavírus (COVID-19)

Por causa da pandemia de Coronavírus, o governo aumentou a margem do empréstimo consignado para aposentados e pensionistas do INSS. 

A nova margem, de 40% do benefício, valerá até 31 de dezembro de 2020. Antes da mudança, o teto era de 35% do que os beneficiários recebiam.

O aposentado ou pensionista pode comprometer até 35% do benefício com empréstimo pessoal. E outros 5% com cartão de crédito consignado.

De acordo com o governo, a medida visa dar acesso a empréstimo pessoal para aposentado com juros menores.

Quem for usar esse tipo de crédito precisa ter cuidado. Quanto maior o comprometimento com o consignado, menor será o valor do benefício que você vai receber.

Ou seja, maior o risco de ficar endividado, pois pode faltar dinheiro para as despesas básicas. Segundo a Caixa, as taxas de juros do consignado variam entre 1,34% e 1,50% ao mês.

E o prazo máximo para o empréstimo pessoal para aposentado é de até 84 parcelas.

Empréstimo pessoal com garantia de veículo

Um outro tipo de crédito que não é tão usado no Brasil é o empréstimo pessoal com garantia de veículo. 

Ele também pode ser feito online e costuma ter taxas de juros atrativas: próximo de 1% ao mês.

No crédito com garantia de veículo, você usa seu carro ou moto como garantia. Ou seja, o bem serve como certeza de que os pagamentos acontecerão no prazo correto.

Por ter essa garantia, os juros são menores. Em contrapartida, se houver inadimplência, o veículo pode ser leiloado para quitar a dívida.

Refinanciamento de veículo

Também conhecido como refinanciamento de veículo, esse tipo de crédito pode ser uma alternativa para o financiamento de automóvel.

Quando você percebe que as parcelas do seu carro estão pesando no orçamento, pode refinanciar o crédito

Em outras palavras, o saldo devedor é calculado com outros juros e taxas e o carro é dado como garantia. Assim, as taxas de juros ficam menores.

Empréstimo pessoal com score baixo

Ter o score baixo é quase o mesmo que ter o nome sujo. É mais difícil encontrar empréstimo pessoal online com score baixo.

Afinal, como falamos anteriormente, ter a pontuação de crédito baixa significa que você tem risco de inadimplência maior. Caso você encontre algum crédito, provavelmente ele não será um empréstimo com juros baixos.

Então tenha muita atenção e pesquise bastante.

Motivos para score baixo

Também é importante saber o motivo de a sua pontuação do CPF estar baixa e buscar resolver a situação. Confira alguns motivos para o score ficar baixo e como regularizar para aumentar a pontuação.

Foto: Unsplash
  • Estar com nome sujo e ficar com dívidas no nome por longos períodos.
  • Fazer muita busca por crédito em pouco tempo. Em outras palavras, ter muitas consultas de empresas no seu CPF.
  • Atrasar o pagamento de contas e faturas.
  • Não ter produtos de crédito, como cartão, empréstimo ou financiamento.
  • Não pagar o valor integral da fatura do cartão de crédito.

5 dicas para aumentar seu score

  1. Negocie suas dívidas e limpe o seu nome o mais rápido possível.
  2. Mantenha seu Cadastro Positivo ativo.
  3. Coloque contas de consumo (água, luz, gás e telefone) no seu CPF.
  4. Pague todas as suas contas sempre em dia.
  5. Contrate algum serviço de crédito e pague a fatura integralmente na data de vencimento.

Melhor financeira para empréstimo pessoal

A maioria das pessoas, quando pensa em empréstimo pessoal, logo imagina Caixa, Banco do Brasil, Itaú, Santander e Bradesco. Não se culpe se você também pensou nos principais bancos. Isso é normal. Afinal, eles não são os maiores à toa.

Mas nem sempre eles são o melhor caminho para conseguir crédito. Atualmente, a concorrência no mercado de crédito tem aumentado rapidamente.

Então, qual é o melhor site de empréstimo online? Como empréstimo bom é aquele que é liberado, a melhor financeira pode mudar de pessoa para pessoa.

Tudo depende da taxa de juros, do Custo Efetivo Total e da condição de pagamento.

Cuidados

Para não correr atrás da melhor financeira e acabar caindo em um golpe, você precisa tomar algumas precauções.

Desconfie quando a oferta for muito vantajosa ou quando não precisa de avalista nem faz consulta na Serasa ou SPC.

Essas facilidades exageradas ou falta de garantias pode indicar que se trata de um golpe. Outros cuidados que são extremamente necessários são: ler o contrato atentamente antes de assinar.

Perguntar caso tenha qualquer dúvida e não assinar o documento se não se sentir seguro. Também não aceite acordos verbais. Peça tudo por escrito sempre. E uma dica que é válida para qualquer situação é nunca assinar fichas em branco.

Conclusão

A busca pelo crédito pessoal pode ter uma série de motivos, mas é importante lembrar que é um compromisso sério.

Antes de contratar um empréstimo, pergunte a si mesmo para que você precisa desse dinheiro. Ele de fato é necessário? Ou é apenas um desejo? A prestação cabe no orçamento familiar?

Além disso, será que não é melhor economizar, juntar o dinheiro e comprar depois? À vista ou com uma entrada maior para pagar juros baixos?

Lembre-se de que se você tiver dificuldades para quitar as parcelas os juros e multas podem gerar inadimplência.

Em conclusão, quando decidir fazer um empréstimo tenha certeza de que é uma opção consciente. Agora que você já sabe tudo sobre empréstimo pessoal online e como fazer o seu, confira as dicas sobre cartão.

FAQ
Qual a taxa de juros?

De acordo com informações do próprio Banco Central, as taxas de juros variam de uma instituição financeira para outra. E não há limites definidos por lei para as taxas cobradas tanto nas propostas online quanto físicas. Ou seja, os bancos e financeiras podem cobrar o quanto quiserem para conceder crédito pessoal. Dessa forma, cabe ao consumidor pesquisar, comparar e só aceitar a proposta que, de fato, couber em seu orçamento. E principalmente que esse crédito não seja um problema a mais na sua vida financeira futuramente. Para isso, analise as suas contas, sua capacidade de pagamento e se as parcelas não ultrapassam 20% do seu salário.

Como eu recebo o dinheiro do empréstimo

No empréstimo pessoal online, as instituições financeiras depositam o valor emprestado em uma conta corrente. As empresas confiáveis só liberam o dinheiro em contas que estão no nome do tomador de crédito. Ou seja, não é possível receber o dinheiro na conta de terceiros. Isso é fundamental para garantir a segurança e idoneidade da empresa com a qual você vai fechar negócio. Quem tem o nome sujo não consegue abrir conta. E quem está no cheque especial, se receber qualquer quantia, terá o dinheiro usado para cobrir o limite da conta. Se esse é o seu caso, antes de buscar crédito, negocie suas dívidas.

Quando começar a pagar?

Antes que você assine um contrato de crédito pessoal online, observe todas as cláusulas do acordo. Entre os principais pontos está a data de pagamento e o eventual período de carência até a primeira parcela. Muitas vezes você começa a pagar o empréstimo entre 30 e 45 dias após a assinatura do contrato. Porém, existem instituições financeiras que dão um prazo de carência maior até você começar a pagar o empréstimo. Eventualmente, esse pode ser um fator de desempate para escolher qual crédito você vai contratar.

Posso escolher a data de vencimento das parcelas?

Sim, entre algumas opções que a instituição financeira vai apresentar para a sua escolha. Uma sugestão é que o vencimento das parcelas não seja antes do dia em que cai o seu salário. Assim, você não corre o risco de atrasar o pagamento porque não tem dinheiro na conta. Da mesma forma, a data do boleto não pode ser muito tempo depois de receber o salário. Pois assim, você poderia gastar o dinheiro e se esquecer do compromisso. E isso não é bom para o pagamento multa e juros por atraso nem para o seu score.

Custo Efetivo Total: por que ele é importante?

De acordo com o Banco Central, o Custo Efetivo Total deve ser apresentado ao consumidor antes da contratação do crédito. O CET deve ser expresso na forma de uma taxa percentual, mensal e anual. E ele deve incluir todos os encargos e despesas da operação de crédito, como tarifas e impostos. A importância do Custo Efetivo Total é exatamente essa, ele reúne todos os gastos do empréstimo. No caso de ser quitado antecipadamente, deve haver a redução dos juros. Cabe às instituições financeiras informar as condições para essa antecipação e o desconto devido.

Autor: Joyce Carla

Jornalista com mais de 15 anos de experiência em comunicação com diversos públicos, desde veículos de massa (R7-Record e Agora SP-Grupo Folha) até conteúdos institucionais. Investidora e especialista em finanças pessoais. Ver todos posts por Joyce Carla

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *