Você já teve a sensação de que hoje em dia tem mais empresas de crédito do que é possível acompanhar? Caso a sua resposta seja sim, vou te ajudar a entender um pouco sobre o empréstimo Piki.

Se, de um lado, o aumento da concorrência tem o potencial de beneficiar os consumidores. Por outro lado, é fundamental pesquisar detalhadamente para ter certeza de que é seguro, e não é um golpe.

Por exemplo, como é possível saber se a Piki Empréstimo é confiável sem pesquisar muito sobre a empresa?

Nesse sentido, vamos apresentar as informações necessárias para você decidir se vale a pena contratar um empréstimo na Piki.

Além disso, vamos mostrar também como funciona o empréstimo na conta de luz. E, principalmente, qual é a taxa de juros.

Piki Empréstimos

Em primeiro lugar, devemos conhecer um pouco mais sobre a empresa. De acordo com o site da Piki, ela é a primeira fintech de empréstimo pessoal 100% online com débito em conta de consumo.

Ou seja, com a Piki, você pode fazer empréstimo na conta de luz. No entanto, esse tipo de crédito não está disponível para toda e qualquer pessoa.

Para fazer um empréstimo Piki com débito em conta de energia, você precisa morar em um dos estados abaixo:

  • Ceará
  • Goiás
  • São Paulo
  • Rio de Janeiro

Além disso, a conta de luz precisa estar no seu nome.

Embora a Piki não diga claramente no seu site que faz empréstimo para negativado, ela usa outro termo. Para a empresa, “seu score de crédito não precisa ser alto”.

Mas, nas poucas reportagens sobre a empresa, afirma que os empréstimos da Piki são para pessoas com restrições no nome.

E não há nada de errado nisso, desde que os juros sejam claros e compatíveis com o mercado.

Empréstimo na conta de luz

Atualmente, diversas empresas oferecem empréstimo na conta de luz. E o que muitas delas têm em comum? Taxa de juros extremamente alta. Maior do que do cartão de crédito e do cheque especial somadas.

De fato, o processo para contratação desse tipo de empréstimo é muito fácil.

  1. Em primeiro lugar, você faz uma simulação do empréstimo pessoal online.
  2. Basta informar o valor que você precisa e em quantas parcelas pretende pagar
  3. Em seguida, se tiver muita certeza do que está fazendo, solicite o crédito.
  4. O seu pedido passará por uma análise de crédito
  5. Logo depois, se aprovado, você poderá assinar o contrato online.

Por fim, o dinheiro cairá na sua conta em até 24 horas. E as parcelas para o pagamento vão aparecer na sua conta de luz.

Como fazer empréstimo Piki?

Conforme você viu acima, o processo para fazer o empréstimo Piki é fácil e rápido. Além disso, mesmo quem está com score baixo tem chance de ser aprovado.

Consulta CPF

Assim como qualquer outro tipo de crédito, o empréstimo Piki também realiza a análise de crédito. Em outras palavras, a fintech consulta seu CPF para decidir se empresta ou não o dinheiro.

A diferença é que mesmo que tenha alguma restrição no seu CPF, é possível ser aprovado para esse crédito.

Se você tem dívidas no seu nome, elas provavelmente afetam seu score de crédito. Ou seja, uma restrição no CPF pode deixar o seu score baixo.

Mas é muito fácil aumentar o score online, e aqui no Poupa Dinheiro, já mostramos o passo a passo.

Taxa de juros

Conforme informações da Piki, o prazo de pagamento do empréstimo pode ir de 3 a 18 meses. Mas é possível antecipar o pagamento a partir do primeiro mês.

O valor disponível para contratação do empréstimo na conta de luz varia de R$ 500 a R$ 2.500.

Certamente, a informação mais surpreendente é a taxa de juros. Embora a Piki diga que tem “taxas de juros competitivas”, a realidade é bem diferente.

O CET (Custo Efetivo Total) chega a 1.205,43% ao ano. Não houve erro de digitação, não. É isso mesmo que você leu. Isso equivale a mais de 23% ao mês!

Só para ilustrar, os juros do rotativo do cartão de crédito estão em 343,6% ao ano. Já o cheque especial tem juros anuais de 128,8%.

Vale a pena fazer um empréstimo Piki?

Resposta simples: não!!! Não vale a pena fazer um empréstimo Piki. É muito caro e, se não conseguir pagar a conta de luz, você poderá ter o serviço de energia cortado.

De acordo com entidades de defesa dos consumidores, as empresas podem cortar a energia de quem deixa de pagar a conta de luz.

Entretanto, o consumidor precisa receber um aviso da falta de pagamento com antecedência de, pelo menos, 15 dias do corte. E o corte só pode ser feito no prazo de, no máximo, 90 dias após o vencimento da conta.

Conforme mostramos acima, a taxa de juros do empréstimo Piki é absurda. Então, se você tiver qualquer outra opção de crédito, é melhor. Essa taxa não vale nem mesmo para um crédito emergencial.

Além disso, o risco de ficar sem energia na sua casa, numa eventual inadimplência é muito alto.

Portanto, a sugestão é que você busque alternativas, como:

Se preferir, você também pode (e deve) pesquisar alternativas de empréstimo como Help, Agibank ou Simplic, por exemplo.

Inadimplência

De acordo com o Mapa da Inadimplência, da Serasa, o número de brasileiros com restrições no CPF chegou a 63,4 milhões em outubro. É o maior número desde março de 2020, início da pandemia de COVID-19, quando havia 63,5 milhões nessa situação.

A inflação, o desemprego e o aumento na taxa básica de juros têm influência nessa situação. Dessa forma, muitos brasileiros estão com risco de superendividamento.

Só para ilustrar, a inadimplência dos consumidores com a Enel SP chegou a R$262 milhões no terceiro trimestre de 2021.

Empréstimo Piki é confiável?

Ainda que tenha algumas informações importantes no site, como CNPJ, endereço, telefone e e-mail, é preciso ficar atento.

Uma pesquisa ao CNPJ informado mostra que a empresa foi aberta em julho de 2021. Ou seja, é muito nova. Mas a página no LinkedIn da Piki diz que ela foi fundada em 2018.

Pelo lado positivo, no entanto, a empresa faz parte da EasyCrédito, plataforma de comparação de empréstimos. Além disso, possui a informação de que não solicita nenhum tipo de depósito antecipado para liberar o empréstimo.

Piki empréstimo no Reclame Aqui

A Piki está no Reclame Aqui há 2 anos, mas desde 2019 está sem índice no site de reclamações.

De acordo com o Reclame Aqui, a reputação “sem índice” significa que não existem avaliações suficientes para calcular o indicador.

Em 2020, a Piki teve 11 queixas registradas na plataforma, e outras 22 nos últimos 12 meses. Entre as queixas estão:

  • Negativa de acordo em parcelas em atraso.
  • Não realização da baixa dos pagamentos feitos.
  • Pedidos de exclusão do cadastro para não receber mais comunicações da empresa.

No Google, existem apenas 3 comentários, e a nota da Piki é de 2,3 (numa escala que vai até 5). Um depoimento reclama da alta taxa de juros, outro se queixa de que não teve resposta do pedido de crédito. O último não citou nada, apenas deu uma estrela para a empresa.

Telefone Piki

O telefone de atendimento da Piki é o (11) 4007-2224. Se preferir, também pode entrar em contato com a empresa pelo e-mail [email protected]

Conclusão

Ainda que muitas pessoas estejam em busca de empréstimo pessoal, especialmente para negativado, é preciso ter muito cuidado.

Uma dívida cara pode facilmente se transformar em uma bola de neve. E no caso de empréstimo na conta de luz, o problema pode ser ainda maior com o risco de corte no fornecimento de energia.

Na teoria, esse tipo de empréstimo dá mais segurança para a empresa de que a parcela será paga. Já que a conta de energia elétrica costuma ter menos inadimplência do que o cartão de crédito, por exemplo.

Dessa forma, era de se esperar que a taxa de juros para um empréstimo na conta de luz fosse baixa. Mas não é o caso do empréstimo Piki.

Por isso, antes de contratar qualquer tipo de empréstimo pessoal online, pesquise, compare e busque a melhor escolha. Lembre-se de que nem sempre a parcela que cabe no bolso é a melhor para você.

Na simulação da Piki, por exemplo, um empréstimo de R$2.000 pode custar mais de R$5.429. Ou seja, mais do que o dobro do que você pediu. Isso porque teria 18 parcelas de R$301,63.

Imagine R$300 a mais para você pagar na conta de luz por um ano e meio. Valorize o seu dinheiro e o esforço que você empenhou para consegui-lo.